AMOR E ESPIRITUALIDADE

Por Cathia D Gaya*
 
Resolvi escrever sobre o amor ... com abordagem espiritualista.
Atualmente, em nome do Amor e não necessariamente o sentimento,tomamos conhecimento de muitas coisas que ocorrem ao nosso redor.
Avaliar as diversas formas das manifestações divinas e espirituais em nosso meio humano, me conduziram a grandes reflexões, questionamentos e abordagens deste sentimento e como desenvolver um trabalho a respeito para colaborar e orientar as pessoas, que assim como eu, desejam expressar o Amor em sua plenitude a tudo e a todos!
 
Conceito: A espiritualidade é uma dimensão da pessoa humana que traduz, o modo de viver característico de um ser que busca alcançar a plenitude da sua relação com o transcendental ou o sagrado, através do amor.
Viver sabiamente e conscientemente é essencial em nossa evolução espiritual.
A vida é bela e se atingirmos objetivos relevantes e positivos, com certeza, sentiremos contentamento, alegrias, felicidades e prazer, ao vivenciá-la.
Precisamos aprender a nos sintonizar com o lado positivo de tudo e olhar para as pessoas e situações com mais amor e consciência. Em nosso dia-a-dia, os compromissos e  responsabilidades nos impossibilitam de alcançarmos um estágio de tranqüilidade e lucidez, então buscamos nas possibilidades alternativas o paliativo, porque a autocura ocorrerá com a consciência dos fatos. Somos agentes transformadores e podemos realizar muito pelo nosso bem estar.
O hábito de responsabilizarmos os outros por nossas atitudes errôneas e fracassos tem tornado certas relações insustentáveis, daí a necessidade de intensificarmos a busca naquilo que satisfaz externamente o nosso ego, desejos passageiros e  infinidades de excessos.  
Na matemática da vida, somamos bens, dividimos problemas, subtraímos sentimentos e multiplicamos a concorrência e responsabilidade para termos Poder. Na visão espiritualista, somamos, dividimos, subtraímos e multiplicamos atitudes, pensamentos, sentimentos o tempo todo para atingirmos níveis conscienciais e evolutivos e desta forma elevarmos nossos padrões vibracionais e energéticos.
Reconheça que existe um poder superior no universo capaz de transformar sua vida  positivamente. O amor e bom humor são capazes de elevá-los a excelentes conexões e fontes abastecedoras.
Como somos responsáveis por nossas atitudes e conseqüentemente as causas delas, coloque-se sempre onde deseja estar: no bem e no melhor lugar do espetáculo da vida, pois assim sentirá um imenso contentamento em celebrar suas vitórias e conquistas. O tempo passa tão rápido e se entendermos isto, podemos aproveitar cada minuto e preenchê-lo com acontecimentos especiais.
Nós, seres humanos, desejamos amar e ser amados. Estes desejos são parte de nossa natureza vivencial como filhos de Deus. Em alguns seguimentos religiosos, o amor pessoal vem sendo desprestigiado e fortemente criticado, mas as bases espiritualistas sempre intensificam o poder curativo do amor nas relações. O Amor no relacionamento entre pessoas não é um assunto proibido ou não espiritual. Ao contrário! Somos, seres espirituais, humanos, e o amor é espiritualmente importante para nossa auto-estima, elevação e fundamental para vivermos em harmonia e no bem, como Deus nos criou.
Visando esclarecimentos, podemos então refletir sobre como desenvolvermos atitudes evolutivas de autocura espiritual, ou seja, como intensificar nossos esforços no crescimento pessoal, espiritual e o significado do Amor na espiritualidade e vivenciá-lo nesta jornada evolutiva atual.
A primeira atitude evolutiva é a interiorização, acessar as energias interiores que desde o nascimento precisam ser  reconhecidas, desenvolvidas e utilizadas: dons, potencialidades, paranormalidades, etc. O reconhecimento e desenvolvimento, resultará na elevação de nossos níveis de consciência, de forças vitais e vibrações. O autoconhecimento promoverá uma transformação interna tão eficaz e positiva que ressoará no externo, resultando em novos padrões de pensamentos e comportamentos.
A segunda atitude evolutiva é a exteriorização. Reconhecer que precisamos ter disciplina, ética, conduta e padrões em relação ao amor. Precisamos aprender a de depurar nossas aspirações amorosas, e entendermos o que é amor, paixão, carência, obsessão, dependência.  estas práticas incluem a melhoria da nossa elevação espiritual, agindo e manifestando as boas intenções, contemplando tanto a verdadeira natureza de nós mesmos como a de todas as outras pessoas, as afetivamente próximas, as conhecidas e as desconhecidas.
Ao intensificarmos as práticas relacionadas as atitudes que elevam nossos padrões vibracionais e nossas realizações pessoais, podemos nos conectar de várias formas para alcançarmos a manifestação e a recíproca amorosa: Meditação, visualização, orações, conexões com as diversas crenças e ritualísticas existentes que geram e propiciam vibrações, energias e egregora que sustentam tudo que desejamos. Atualmente as religiões, o misticismo e diversos segmentos,  professam e ensinam através da devoção, dos rituais e elementos externos ativos que canalizam energias, tais como: velas, ervas, cristais, imagens, amuletos, talismãs, etc.
Costumo sempre alertar: cuidado com o que pede, você poderá ser ouvido (a)!!!
 
 
*Consultora metafísica – consultora em relacionamentos – consultora holística – taróloga – numeróloga – magista – angelologa – paranormal – sensitiva 

Parcerias Sol de Gaya/Cathia D Gaya:

       

Apoios - Sol de GayaCathia Gaya:

Fone: (11) 3482-6381 / Tim: (11) 98315-7813 / Whatsapp/Claro: (11) 99118-5320 / Vivo: (11) 97306-1888
                                           Skype: cathya_gaya / E-mail:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.